Visitas

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Viagem ao centro da Terra poderá ser em 2020

Cientistas planejam missão de um bilhão de dólares para perfurar a crosta terrestre e chegar ao manto

A humanidade alcançou outro ponto tão inexplorado quanto o planeta Marte, mas aqui mesmo no planeta Terra, no dia 9 de setembro, o navio japonês Chikyu escavou um buraco de 2.466 metros no fundo do mar e retirou amostras de rochas para pesquisas sobre o interior de nosso planeta. É a maior profundidade já atingida por uma missão científica e o mais próximo do manto terrestre que o homem já chegou. No entanto, segundo os cientistas responsáveis pelo projeto, essa missão é só um aperitivo de algo muito mais ambicioso.
Eles pretendem triplicar essa distância até o começo do ano de 2020, percorrendo seis quilômetros de rochas duras até atingir o manto terrestre – a camada imediatamente abaixo da crosta, onde podem estar guardados os segredos da formação do planeta e dos limites da vida. A região, que possui 68% da massa da Terra, ainda é um mistério para a ciência. “Perfurar até o manto é a missão mais desafiadora da história das ciências da Terra”, escreveram os geólogos responsáveis pelo projeto em um documento detalhando a escavação. (Veja em detalhes de como será a missão no infográfico divulgado pelo site da VEJA).

Assista uma simulação dos recursos e todos os números impossíveis de uma viagem tripulada ao centro da Terra.

Assista o documentário do Discovery Channel sobre uma Viagem ao Centro da Terra:


Veja Também