Visitas

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Raio invertido é filmado no Brasil em detalhes

O site do Instituto Ciência Hoje do Rio de Janeiro, divulgou um vídeo, de um dos fenômenos mais raros e espetaculares da natureza, o raio invertido ou raios ascendentes, sobem ao céu, representam apenas 1% das ocorrências de descargas em todo o mundo e são, geralmente, provocados pela presença de construções muito altas, como antenas e arranha-céus. O do vídeo (gravado em câmera lenta com 4 mil quadros por segundo) se formou nas torres de televisão montadas no Pico do Jaraguá, em São Paulo. Junto com ele, foram registrados mais outros três em um intervalo de apenas 20 minutos – uma incidência altíssima. Para se ter uma ideia, no Empire State Building, um dos prédios mais altos do mundo com mais de 100 metros, em Nova York, ocorrem em média 26 raios ascendentes por ano.

Poucos países já conseguiram imagens desse fenômeno, entre eles EUA, Canadá, Japão e Áustria. Os pesquisadores que registraram os raios brasileiros pretendem usar as imagens para estudar mais profundamente o raro fenômeno.

Veja Também