Visitas

domingo, 6 de maio de 2012

Brasileira leva olimpíada de astronomia para o Timor Leste


A professora Tunísia Schuler vai aplicar a prova a 200 alunos de uma escola em Dili.

No dia 11 de maio, cerca de 200 crianças da Escola de Ensino Básico Dr. Sérgio Vieira de Melo, que fica em Dili, no Timor Leste, que fica em uma ilha no sudeste da Ásia e tem o português como um dos seus idiomas, vão fazer a prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) no mesmo dia, que os milhares de estudantes brasileiros inscritos na 15ª edição da competição estudantil de conhecimento. O evento chega pela primeira vez ao Timor pelas mãos da engenheira e professora Tunísia Schuler, uma das 37 pessoas selecionadas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie para dar aulas durante um ano na Universidade Nacional do Timor Leste (UNTL).
Tunísia embarcou para o país asiático no início de 2012 e levou consigo a missão de introduzir a olimpíada nas escolas timorenses. "Através da OBA, as crianças são estimuladas a buscar o conhecimento de forma lúdica. A OBA desperta o interesse dos alunos pelo saber científico e pela tecnologia, além de incentivar jovens cientistas em potencial, dando a eles oportunidade de participação em outros eventos científicos", afirmou a professora, em entrevista por e-mail ao G1. Leia a entrevista. Siga o twitter de Tunísia Schuler: @tunisiaschuler

Veja Também